20 maio 2020

Conselho Deliberativo rebatiza setor dos Aflitos em homenagem a Raphael Gazzaneo.

Em primeira reunião virtual da história do órgão, conselheiro que faleceu no dia 17 de abril foi reconhecido por suas contribuições ao clube alvirrubro

Redação Superesportes /Diario de Pernambuco

CD também aprovou homenagem alameda prevista em projeto de reforma (Foto: Léo Lemos/CNC)

Falecido no último dia 17 de abril, o conselheiro Raphanel Gazzaneo recebeu uma homenagem póstuma na reunião do conselho deliberativo ocorrida na última segunda-feira. No primeiro encontro virtual da história do órgão, foi decidido que o setor vermelho, anteriormente conhecido como arquibancada central, passará a ser denominado setor Gazzaneo.

“Ontem tivemos a primeira reunião do conselho deliberativo de maneira virtual da história, na qual tivemos a presença de 72 conselheiros. Foi uma reunião muito boa, muito proveitosa e digna do conselheiro Raphael Gazzaneo, que era o homenageado da nossa pauta. Ele era uma figura histórica para todos os alvirrubros e por isso foi deliberado que a arquibancada central passará a se chamar setor Gazzaneo, ficando impresso nos ingressos para toda a eternidade em todos os jogos do Clube Náutico Capibaribe”, explicou o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Alexandre Carneiro.

O dirigente coloca ainda que as homenagens não devem parar. De acordo com Carneiro, a alameda que consta no projeto de reforma dos Aflitos, que tramita na prefeitura também será batizada com o nome do conselheiro.

“A alameda que consta por trás da arquibancada central, que está no projeto de reforma dos Aflitos, que está entregue na Prefeitura do Recife, e que prevemos a construção de um passeio público, na área que fica a Capela e a área de alimentação, ali junto a rua Manoel de Carvalho será um espaço público e desde já, mesmo que ainda seja privado, pois ainda existe um muro ali, mas que futuramente será derrubado, passa a se chamar Alameda Raphael Gazzaneo”, contou.

Considerado um “baluarte” por grande parte dos alvirrubros, Raphael Gazzaneo ganhou ainda mais notoriedade durante o processo da reforma dos Aflitos que aconteceu entre os anos 1990 e 2000. Dentro da política do clube, Gazzaneo foi vice-presidente de patrimônio do Náutico entre 2002 e 2005, nas gestões de Sério Aquino, Eduardo Araújo e Ricardo Valois. Além disso, concorreu às eleições para a presidência do Conselho Deliberativo em 2019, quando acabou vencido pela chapa de Alexandre Carneiro.

Compartilhe esta notícia:
Reinhard Allan Santos