10 abr 2020

Três anos após confusão, Fábio Assunção vira réu por quatro crimes.

Segundo as investigações, o ator teria agredido pessoas, desacatado policiais e quebrado o vidro de uma viatura da PM no Sertão de Pernambuco

Raphael Guerra

Foto: Reprodução

Fábio Assunção se envolveu em uma briga durante uma festa de São João, em Arcoverde, Sertão de Pernambuco – FOTO: Foto: Reprodução

Quase três anos após se envolver em uma confusão no município de Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, o ator Fábio Assunção virou réu por quatro crimes. Ele irá responder por dano,resistência à prisão,desobediência e desacato. A decisão da Vara Criminal de Arcoverde, publicada nesta semana, foi confirmada pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) à coluna Ronda JC.

Segundo as investigações, Fábio Assunção foi detido após uma briga no Pátio de Eventos da cidade, onde acontecia uma festa de São João, em 24 de junho de 2017. O ator teria agredido pessoas, desacatado policiais e quebrado o vidro de uma viatura da PM. Com sinais de embriaguez, ele foi autuado em flagrante. Em audiência de custódia, a Justiça concedeu a liberdade provisória após pagamento de fiança no valor de R$ 9.370.

Agora na condição de réu, após a Justiça aceitar a denúncia do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), o ator terá o prazo de dez dias para prestar esclarecimentos sobre a denúncia, ou seja, a contestação, antes de ser julgado.

JULGAMENTO

Em nota ao Ronda JC, a assessoria de comunicação do TJPE afirmou que “não tem como informar, no momento, a data em que será realizada a citação do acusado, tendo em vista que tem atuado em esquema de plantão em virtude da pandemia do covid-19. Por meio do sistema de trabalho implantado nesse período, o Judiciário estadual tem priorizado as demandas urgentes, que envolvem réus-presos e crimes mais graves, buscando contudo dar andamento ao trâmite de todos os processos em análise”.

A coluna também procurou a assessoria do MPPE, mas o atual promotor criminal de Arcoverde preferiu não se manifestar sobre o processo.

DEFESA

No mesmo dia em que foi detido e liberado pela Justiça, o ator publicou mensagem no Instagram lamentando o caso. Leia o texto:

“Era uma noite de celebração. Tínhamos acabado de exibir nosso documentário filmado no sertão pernambucano no palco principal do festival de São João. Então fomos com a equipe confraternizar e a situação saiu do controle. Infelizmente aconteceu uma briga. Errei ao me exceder. Não fiz uso de nenhuma droga ilícita – o que será comprovado pelo exame toxicológico que eu mesmo pedi para ser feito. Serei responsável pelos danos causados. Agora estou bem. Agradeço pelas tantas manifestações de carinho e apoio que recebi. Peço a todos sinceras desculpas. Não é fácil, mas reconhecer meus erros e procurar sempre aprender com eles é o que eu desejo”, disse Assunção.

Compartilhe esta notícia:
Reinhard Allan Santos