26 mar 2020

*Doria ainda não é visto como o líder da oposição a Bolsonaro*.

*Manoel Fernandes*
Diretor BITES
manoelfernandes@bites.com.br

O governador João Doria (PSDB) concentra 30% do volume de seguidores no Twitter, Instagram, Youtube e Facebook entre os governadores brasileiros. Em seus perfis oficiais, ele tem 4,7 milhões de fãs e nos últimos dias assumiu o protagonismo no embate com o presidente Jair Bolsonaro na questão da condução da crise do Coronavírus.

Por enquanto, a exposição não está trazendo dividendos digitais, nem eleitorais para Doria. *Desde 20 de março, o governador de São Paulo adicionou 55.187 aliados aos seus perfis e ficou na quarta posição entre os seus pares.*

*A liderança com 98.001 novos seguidores coube a Helder Barbalho do Pará, seguido por Flávio Dino (84.708) do Maranhão e Camilo Santana (83.335) do Ceará.* Juntos, eles têm uma base de 2,2 milhões de fãs.

E não foi apenas nesse campo que Doria não registrou um bom resultado. Nos últimos sete dias, em média, a Tração Do governador – *algoritmo de BITES que identifica a capacidade de um agente digital promover ondas na Internet a partir das interações dos seus seguidores* – foi duas vezes menor do que Flávio Dino. E praticamente a mesma de Camilo Santana que tem uma rede de 769 mil seguidores.

Em outra métrica do *Sistema Analítico BITES*, o volume médio de interações por post publicado nos últimos sete dias, o governador de São Paulo registrou 5.290 interações contra 8.537 de Flávio Dino e 23.244 de Camilo Santana.

*O fato positivo do embate com Bolsonaro e a sua ação no combate ao vírus em São Paulo é que Doria reverteu uma tendência de perda de seguidores que o acompanhava desde o início do seu mandato no Palácio dos Bandeirantes.*

O presidente Bolsonaro e seus aliados enxergam em Doria o seu principal adversário, mas a opinião pública digital insatisfeita com o comportamento de Bolsonaro ainda não referendou o nome do governador paulista. *A busca por um líder da oposição bolsonarista ainda continua aberta.*

*ATUALIZAÇÃO RELATÓRIO DA MANHÃ*

*Bolsonaristas recuperam controle da narrativa*

Entre a noite de ontem e a manhã de hoje, a oposição era maioria nas discussões, mas sem um líder de amplitude digital perdeu espaço. Agora os argumentos bolsonaristas dominam nas redes.

De ontem, às 19h, até às 16h30 de hoje foram 4,68 milhões de menções no Twitter ao presidente publicadas por 2 milhões de usuários únicos, sendo 610 mil produzidas após meio dia de hoje. Esse foi o maior volume de menções a Bolsonaro dos últimos 12 meses em um único espaço de 24 horas.

*A militância bolsonarista voltou a se organizar, fortalecida pelo discurso do presidente. O termo #BolsonaroTemRazão está em 1º lugar nos Trending Topics do Twitter há 8 horas.*

O grupo bolsonarista voltou a ser o mais barulhento nas redes.

*Nos canais sociais de Jair Bolsonaro houve um acréscimo de 162 mil novos seguidores desde ontem, crescimento de 0,43%.* O presidente agora soma 34,9 milhões de seguidores no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube.

O vídeo no Instagram com o seu pronunciamento chegou até agora em 4,7 milhões de visualizações
Nas últimas 24 horas, Bolsonaro foi alvo de artigos 1.429 artigos em sites de notícia no mundo. No Brasil foram 7.237 publicações.

*BITES – DADOS PARA DECISÕES*

Compartilhe esta notícia:
Henrique Barbosa