16 mar 2020

Em nova etapa do plano de investimentos em transporte, operação de ordenamento chega ao TI Pelópidas da Silveira, em Paulista.

Mais uma etapa do Plano de Investimentos em Transportes do Governo do Estado teve início na manhã desta segunda-feira (16), com a Operação T.I. Seguro chegando ao Terminal Integrado Pelópidas da Silveira, em Paulista. Trata-se de ação conjunta da Secretaria de Defesa Social (SDS), por meio das polícias Militar e Civil, e da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), envolvendo ainda outros órgãos municipais e estaduais.

O 17° Batalhão de Policia Militar (BPM) foi o responsável pela coordenação da ação de hoje, com início da concentração às 5h na sede do Batalhão e chegada ao Terminal às 6h. Sob o comando de três oficiais, participaram mais de 80 praças, originários do 17º BPM e de outros batalhões de área e unidades especializadas, como o Batalhão de Choque, CIPCães e CIPMotos. Durante a operação, pelo menos 17 pessoas foram abordadas. Os órgãos responsáveis notificaram dois estabelecimentos comerciais sem alvará de funcionamento, além de realizar o recolhimento de alguns caixotes e paletes com produtos sendo comercializados de maneira ilegal.

A mobilização faz parte de um acordo de cooperação técnica entre a SDS e a Seduh e será permanente, funcionando sempre que o Terminal estiver aberto. A Polícia Militar manterá o patrulhamento de domingo a domingo, com o trabalho voluntário de PMs em suas folgas, nas áreas externa e interna do Terminal. O objetivo é combater a criminalidade, apoiando o direito de ir e vir dos usuários e contribuir de forma decisiva para o restabelecimento da paz social no referido equipamento público.

A Operação T.I. Seguro faz parte de um plano de investimentos lançado pelo Governo do Estado durante a reunião extraordinária do Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM), no mês de fevereiro. O Plano de Mobilidade visa intensificar ações para trazer melhorias ao Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana e foi dividido em três eixos temáticos: acesso ao sistema; segurança e conforto; e tempo de deslocamento.

Além do reforço no policiamento militar nos principais terminais, o Eixo Segurança inclui a ampliação da segurança nos dois corredores de BRT, por meio do Programa de Jornada Extra de Segurança (PJES); câmeras conectadas ao Centro Integrado de Operações de Defesa Social (CIODS) em todos os terminais; e a implementação da tecnologia Nina Mobile, ferramenta que auxilia o poder público no registro de casos de assédio sexual no transporte público e facilita a denúncia às autoridades.

Compartilhe esta notícia:
Reinhard Allan Santos