14 mar 2020

Professores da rede pública do Recife mantêm greve considerada ilegal pela Justiça.

A assembleia foi realizada um dia após o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) decretar a ilegalidade da paralisação dos professores. Nesta sexta, o sindicato informou que ainda não foi oficialmente notificado.

“Os professores e professoras do Recife, em unanimidade, aprovaram a continuidade da greve para que, de fato, a prefeitura entenda que precisa atender o pleito desses trabalhadores do serviço público”, afirmou a coordenadora geral do Sindicato dos Professores do Recife, Cláudia Ribeiro.

Greve dos professores segue sem previsão para término, diz sindicato — Foto: Reprodução/TV Globo

Greve dos professores segue sem previsão para término, diz sindicato — Foto: Reprodução/TV Globo

Ainda que não tenha sido notificado, o sindicato teve acesso ao decreto assinado pelo desembargador Jorge Américo Pereira de Lima e reagiu contrário à decisão.

“É um absurdo que o desembargador tenha julgado uma multa de R$ 250 mil. Ele devia acionar a prefeitura para cumprir o que diz respeito ao Estatuto da Criança e do Adolescente, ao invés de querer criminalizar nossa categoria”, disse Cláudia Ribeiro, ao citar as denúncias de falta de água, estrutura e outros itens nas escolas municipais.

Por meio de nota, a Secretaria de Educação disse que “as negociações com a categoria de professores será restabelecida assim que o movimento de paralisação – considerado ilegal pela Justiça – for suspenso”.

Ainda segundo a secretaria, 88% das unidades de ensino funcionaram total ou parcialmente.

“A Prefeitura ratifica que, mesmo diante da grave crise econômica que afeta as contas públicas em todo o país, propôs o reajuste de 12,84% para toda a categoria, além de reajustar o abono educador, que é pago sempre no mês de outubro, em 9,54%, bem como, caso não haja um acordo até o dia 19 de março, ficará impossibilitada, por força da legislação eleitoral, de conceder quaisquer reajustes”, dizia o comunicado.

Greve de professores do Recife é decretada ilegal pela Justiça

Greve de professores do Recife é decretada ilegal pela Justiça. (Clique e assista ao vídeo)

Greve

A greve, iniciada na quarta-feira (11), reivindica um reajuste de 12,84%, o cumprimento do piso nacional para uma parte da categoria e melhorias na infraestrutura dos prédios das escolas. No primeiro dia de paralisação, as escolas tiveram funcionamento parcial (veja vídeo abaixo).

Escolas funcionam parcialmente durante greve dos professores da rede municipal do Recife

Escolas funcionam parcialmente durante greve dos professores da rede municipal do Recife. (Clique e assista ao vídeo)

Compartilhe esta notícia:
Reinhard Allan Santos