13 fev 2020

Chuva causa alagamentos e transtornos em Ribeirão, na Zona da Mata.

Chuva causa alagamentos e transtornos em Ribeirão. (Clique e assista ao vídeo)

A chuva que atingiu Pernambuco entre a noite da quarta-feira (12) e a madrugada desta quinta-feira (13) deixou alagadas cidades da Zona da Mata do estado. Moradores de Barreiros e de Ribeirão enviaram ao WhatsApp da TV Globo vídeos que mostram alagamentos nos dois municípios, que têm histórico de enchentes e transtornos por causa de temporais (veja vídeo acima).

Na quarta, a Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu um alerta para a possibilidade de chuvas fortes na Zona da Mata, no Agreste e no Grande Recife. Segundo o secretário de infraestrutura de Ribeirão, Flávio Henrique Lima, a região do Centro da cidade foi a mais atingida pelos transtornos.

Chuva causou alagamentos em Ribeirão, na Zona da Mata de Pernambuco — Foto: Reprodução/WhatsApp

Chuva causou alagamentos em Ribeirão, na Zona da Mata de Pernambuco — Foto: Reprodução/WhatsApp

“Estamos monitorando áreas de encosta, colocando lonas plásticas, e as áreas ribeirinhas, para que, se a chuva aumentar, elas [as pessoas] sejam remanejadas para as casas de parentes ou abrigos municipais. Apesar disso, a chuva maior ocorreu de madrugada e, durante a manhã, o temporal diminuiu”, afirmou.

Nas imagens, é possível ver o alagamento, com correnteza, em ruas de Ribeirão. A cidade é cortada pelos rios Amaraji, Sirinhaém e Ribeirão. Em 2017, eles transbordaram e deixaram mais de mil famílias desalojadas.

Chuva atingiu Ribeirão, na Zona da Mata de Pernambuco — Foto: Reprodução/WhatsApp

Chuva atingiu Ribeirão, na Zona da Mata de Pernambuco — Foto: Reprodução/WhatsApp

“Até agora, os rios estão com níveis baixos, normais. Também não há ninguém desalojado, todo mundo está em suas casas, mas estamos monitorando tudo”, declarou o secretário.

Segundo o chefe de meteorologia da Apac, Patrice Oliveira, a previsão é de mais chuva durante o dia. “O aglomerado de nuvens está muito grande e acreditamos que vai chover, a previsão é de chuva. Esse sistema pode se estender até a sexta-feira (14)”, disse.

Alerta de chuvas

O alerta para a possibilidade de chuva forte é válido até as 17h desta quinta-feira (13). Ainda segundo a Apac, a população deve seguir as orientações da Defesa Civil de cada município.

Na capital pernambucana, há um plantão permanente, que pode ser acionado pelo telefone 0800.081.3400. A ligação é gratuita. Em caso de necessidade, moradores de locais de risco devem procurar abrigos em locais seguros, segundo a Defesa Civil do Recife.

Operação Inverno antecipada

Por causa das chuvas no Sudeste, a Operação Inverno de 2020 foi antecipada pela prefeitura do Recife na quarta-feira (12). Com R$ 99 milhões de orçamento, o objetivo é proteger áreas de encosta e realizar obras em 10 pontos de alagamento na cidade, além de buscar evitar alagamentos em túneis da capital.

De acordo com especialistas, existe uma série de ações que o poder público deveria adotar para minimizar o impacto de enchentes, alagamentos, desmoronamentos e deslizamentos de terra. Esses acontecimentos recorrentes e catastróficos custam vidas e causam diversos transtornos, do trânsito travado à interrupção de serviços públicos essenciais, além de prejuízos milionários à economia.

Compartilhe esta notícia:
Reinhard Allan Santos