23 jan 2020

Bolsonaro diz que nomeação de Regina Duarte deve sair quando ele voltar da Índia.

Bolsonaro afirmou que, caso decida recriar o Ministério da Segurança Pública, o ministro Sérgio Moro permanecerá à frente da pasta da Justiça.

“Se for criado, daí ele fica na Justiça. O que era inicialmente. Tanto é que quando ele foi convidado, não existia ainda essa modulação de fundir com o Ministério da Segurança”, disse Bolsonaro.

O presidente recebeu na quarta-feira de secretários estaduais a sugestão de retorno do Ministério da Segurança, criada no governo de Michel Temer e extinto por Bolsonaro, que decidiu unir a pasta com o Ministério da Justiça.

Bolsonaro disse ser “lógico” a contrariedade de Moro à medida, mas que o tema será “estudado” com os ministros do governo. O presidente ainda quer ver a reação de outros setores da sociedade sobre o assunto.

“Isso é estudado, estudado com Moro, lógico que o Moro deve ser contra, né, estudado com os demais ministros. O Rodrigo Maia é favorável a criação da Segurança, acredito que a Comissão de Segurança Publica, como trabalhou no passado também seja favorável. Temos que ver como se comportam esses setores da sociedade para poder melhor decidir”, argumentou o presidente.

Compartilhe esta notícia:
Reinhard Allan Santos