3 jan 2020

Bafômetro individual possibilita autoteste para motoristas.

Dirigir alcoolizado é a segunda maior causa de acidentes de trânsito no Brasil e os números aumentam no período das festas

Tomou um vinho no almoço e não sabe se está apto a dirigir à noite, bebeu em algum evento ou aniversário e depois pegar estrada. São situações que geram dúvida em motoristas sobre o efeito do álcool no organismo. Como o metabolismo muda em cada pessoa, não é possível afirmar um período seguro para voltar a dirigir depois de alguma dose. A prática de autoteste, incentivada em alguns países, vem como um auxílio para ajudar os condutores a dirigir com segurança. E Recife será pioneiro de um projeto no país com o lançamento do bafômetro individual LeBallon. O produto é descartável, tem 99,9% de precisão e mostra o resultado em até 3 minutos.

A certificação do bafômetro é dada pelo LNE – Laboratoire National d’ Essais, Paris (França) – correspondente e referência para o INMETRO – o que garante a confiabilidade do resultado. O produto, que é importado da França, já está sendo comercializado em mais de 60 pontos de vendas, entre lojas de conveniência, de produtos médicos, lava-jatos, concessionárias, padarias, bares e restaurantes.

Números do trânsito no Brasil

– Em torno de 40 mil pessoas são vítimas fatais no trânsito por ano

– 90% dos acidentes com vítima são causados por fatores humanos e poderiam ser evitados

– A cada 15 minutos uma pessoa morre no trânsito

– A cada 1 minuto uma pessoa é sequelada em acidente de trânsito

– Os números de acidentes em decorrência de embriaguez ao volante aumentam no período de final de ano, datas festivas, férias, verão e Carnaval.

*Fonte: Observatório Nacional de Segurança Viária

Sobre o LeBallon

Startup com produto francês com o propósito em alcançar o maior número possível de motoristas para a construção de um novo hábito preventivo no trânsito brasileiro, incentivando a prática do autoteste. A ferramenta tem como função auxiliar o motorista na decisão de dirigir com segurança.

Compartilhe esta notícia:
Reinhard Allan Santos