29 dez 2019

Instituto de Criminalística faz nova perícia em área de deslizamento de barreira que deixou sete mortos.

Além disso, os peritos pretendem constatar, de maneira técnica, diferenças de umidade entre os materiais recolhidos.

Segundo moradores da região, a perícia teve início por volta das 9h e foi concluída por volta das 11h. Os peritos informaram para a comunidade que o resultado tem previsão de sair em 15 dias.

Ainda neste sábado (28), moradores firmaram esperar por um carro-pipa da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) desde a quinta (26).

Na manhã da terça (24), equipes da Defesa Civil vistoriaram local onde ocorreu deslizamento, em Dois Unidos, na Zona Norte do Recife — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Na manhã da terça (24), equipes da Defesa Civil vistoriaram local onde ocorreu deslizamento, em Dois Unidos, na Zona Norte do Recife — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

“Eles prometeram para anteontem, mas até agora nada. Estamos sem água para lavar roupa, tomar banho, e até agora nada”, afirmou o técnico em controle de pragas Sandoval dos Santos, que perdeu o filho, a nora e o neto no deslizamento.

O G1 tentou entrar em contato com a Compesa, mas não obteve retorno até a última atualização desta matéria.

Entenda o caso

'Não teve natal, só tristeza', diz mãe de jovem soterrado em deslizamento que matou sete

‘Não teve natal, só tristeza’, diz mãe de jovem soterrado em deslizamento que matou sete

Cinco adultos, uma criança e um bebê morreram no deslizamento, que atingiu duas casas na Rua Bela Vista, no Córrego do Morcego, no bairro de Dois Unidos.Outras três pessoas ficaram feridas no desastre. Todas as vítimas são da mesma família e estavam reunidas para celebrar o Natal, mas foram impedidas pela tragédia (veja vídeo acima pelo link: https://g1.globo.com/pe/pernambuco/noticia/2019/12/28/instituto-de-criminalistica-faz-nova-pericia-em-area-deslizamento-de-barreira-que-deixou-sete-mortos.ghtml).

Segundo moradores, a barreira deslizou e atingiu o mesmo local dez anos antes, mas não deixou feridos. Mãe de uma das vítimas do deslizamento, a dona de casa Alexsandra França afirmou que eles viviam com medo de que a barreira deslizasse outra vez.

Outras pessoas que moram no local relataram que canos da Compesa vazaram e causaram o desastre. O governo estadual não descartou a possibilidade, por se tratar de um período não chuvoso, e a polícia abriu inquérito para apurar o caso.

Deslizamento deixa 7 mortos no Recife — Foto: Guilherme Gomes/G1

Deslizamento deixa 7 mortos no Recife — Foto: Guilherme Gomes/G1

Compartilhe esta notícia:
Reinhard Allan Santos