27 dez 2019

Avião com cerca de 100 pessoas cai no Cazaquistão e deixa mortos.

O ministério do interior do país abriu uma investigação sobre a causa do acidente e já considera que houve falha nas regras de segurança antes do voo.

Em mensagem publicada em uma rede social, o presidente Kassym-Jomart Tokayev declarou que “os responsáveis serão castigados severamente, de acordo com a lei”.

“Antes de cair, a aeronave tocou a pista com a cauda duas vezes, o trem de pouso estava recolhido”, disse o vice-primeiro-ministro, Roman Sklyar, a repórteres, segundo a Reuters.

Uma sobrevivente disse ao site de notícias Tengrinews que ouviu um “som aterrorizante” antes de o avião começar a perder altitude.

“O avião estava voando inclinado. Tudo era como um filme: berros, gritos, pessoas chorando”, contou.

Equipes de resgate tentam localizar sobreviventes na queda do avião no Cazaquistão — Foto: HO / Kazakhstan's emergencies committee / AFP

Equipes de resgate tentam localizar sobreviventes na queda do avião no Cazaquistão — Foto: HO / Kazakhstan’s emergencies committee / AFP

Aeronave partiu-se em duas partes ao colidir com um muro de concreto e uma casa — Foto: HO / Kazakhstan's emergencies committee / AFP

Aeronave partiu-se em duas partes ao colidir com um muro de concreto e uma casa — Foto: HO / Kazakhstan’s emergencies committee / AFP

Compartilhe esta notícia:
Reinhard Allan Santos