26 dez 2019

Vizinhos avisaram sobre vazamento de água na barreira, diz parente de família que morreu soterrada em deslizamento.

Não chovia no momento da tragédia, que deixou sete mortos e três feridos, e a polícia investiga se vazamento em canos da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) fez a barreira deslizar.

Barreira deslizou sobre duas casas no Recife, deixando sete mortes e três feridos — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Barreira deslizou sobre duas casas no Recife, deixando sete mortes e três feridos — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

“O vazamento já estava acontecendo. A Compesa estava ciente, era visível”, afirmou Sthefanie ao Bom Dia Pernambuco. No deslizamento, ela perdeu o irmão, Emanuel Henrique de França, de 25 anos; a cunhada Érica Virgínia, de 19 anos; e o sobrinho, Érick Junior, um bebê de 2 meses, que dormiam em uma das duas casas atingidas pela barreira.

O local onde ocorreu a tragédia recebeu, na manhã desta quinta (26), uma vistoria realizada por técnicos da Compesa e da Defesa Civil do município e do estado. Parentes de Érica viajaram de Palmares, na Zona da Mata de Pernambuco, para o Recife em busca de respostas sobre o desastre.

Moradores dizem que vazamento em canos causou deslizamento de barreira que matou sete pessoas no Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Moradores dizem que vazamento em canos causou deslizamento de barreira que matou sete pessoas no Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Um dos três feridos no deslizamento, Luiz Tadeu Costa, de 56 anos, contou que não foi a primeira vez que a barreira caiu sobre a mesma casa.

“Queremos uma resposta do que aconteceu, queremos saber porque não deram atenção. Aconteceu pela segunda vez e agora queremos que resolvam para que não aconteça com outras famílias, a gente quer o mais rápido possível”, disse Sthefanie.

Mais de 200 toneladas de barro, areia e pedra são retiradas da área onde barreira deslizou

Mais de 200 toneladas de barro, areia e pedra são retiradas da área onde barreira deslizou

No local onde aconteceu a tragédia, foram recolhidas mais de 200 toneladas de barro, areia e pedras (Assista ao vídeo pelo link: https://g1.globo.com/pe/pernambuco/noticia/2019/12/26/vizinhos-avisaram-sobre-vazamento-de-agua-na-barreira-diz-parente-de-familia-que-morreu-soterrada-em-deslizamento.ghtml).

Outras vítimas

Além de Emanuel, Érica e Érick, o deslizamento da barreira em Dois Unidos resultou na morte de Lucimar Alves, de 50 anos, e da neta dela, Daffyne Kauane Alves, de 9 anos; de Claudia Bezerra, de 47 anos, e Lia de Oliveira, de 45 anos, que eram companheiras.

Também ficaram feridos na tragédia, além de Luiz Tadeu, a esposa dele, Cristina Gomes da Silva, de 43 anos, e o vizinho do casal, Otoniel Simião da Silva, de 57 anos. Todos foram socorridos para unidades de saúde e tiveram alta.

Deslizamento deixa 7 mortos no Recife — Foto: Guilherme Gomes/G1

Deslizamento deixa 7 mortos no Recife — Foto: Guilherme Gomes/G1

Compartilhe esta notícia:
Reinhard Allan Santos