20 dez 2019

CONTRA A FARRA DA CÂMARA DE VEREADORES DE CARUARU, EU BERRO!.

Resultado de imagem para câmara de vereadores de caruaru

No dia 02 de outubro deste ano protocolei no Ministério Público uma representação contra ato administrativo do presidente da Câmara de Vereadores de Caruaru, que criou uma TV web com gastos que já ultrapassavam a casa dos R$ 300.000,00 (trezentos mil reais) só com a compra de equipamentos e com a montagem da referida TV e mais dois contratos que somam R$ 160.000,00 (cento e sessenta mil reais) por ano, para a gestão da TV Câmara.

Afirmei no programa Repercutindo, da radio Jornal de Caruaru, que aqueles gastos eram um Cavalo de Tróia, porque no meu entendimento ali era só o começo da farra com o dinheiro público. Acertei, porque não me surpreendeu a informação que recebi no dia 03 de dezembro, de que a Câmara havia lançado mais dois editais de licitação que somavam mais R$ 570.000,00 (quinhentos e setenta mil reais) para a compra de novos equipamentos e na instalação de um estúdio para gravação de programas da dita TV.

Somando-se esses gastos, chegamos a uma cifra de mais de R$ 1 milhão de reais só neste ano de 2019 para a criação e administração de um cabide de empregos, SEM CONCURSO, chamado de TV Câmara, que foi criado apenas para divulgar os atos dos vereadores, o que poderia ser feito, como antes, apenas contratando-se uma empresa especializada de TV web e que custava apenas R$ 24.000,00 (vinte e quatro mil reais) por ano e que foi expulsa da Câmara de Vereadores de Caruaru dando lugar a uma verdadeira orgia midiática com o dinheiro do povo.

E onde estão os 22 vereadores e a vereadora que não se pronunciam sobre essa FARRA megalomaníaca promovida pela direção da Câmara? Estão achando bom. Afinal, o dinheiro não é deles. Será que se salva uma alma dentre os 23 edis para dar um basta a essa exorbitância? Creio que não. Até mesmo vereadores ditos “de esquerda” estão calados e até apoiando porque serão beneficiados com suas aparições. Aliás, eles já estão usando a TV para suas mensagens de Natal.

Quanto à necessidade da existência de uma TV Câmara, é só ver o exemplo da TV Câmara de Camaçari, na Bahia, que foi a primeira TV legislativa do Norte/Nordeste. Lá já funciona uma TV há mais de 20 anos. São produzidos 6 programas diários a um custo anual de R$ 1.400.000,00 (um milhão e quatrocentos mil reais), só com a empresa que administra e produz os conteúdos da TV. Sabem quantas visualizações nos programas exibidos lá? Não chegam a 200 pessoas visualizando diariamente. Já imaginaram esse gasto anual para uma TV na Câmara só para divulgar e enaltecer os 23 vereadores de Caruaru?

Enquanto isso, pessoas estão passando por necessidades, dormindo nas calçadas ou sem vagas em creches. Você não se indigna com esse absurdo? Eu estou indignado e conclamo o povo de Caruaru a também se indignar e combater essa farra com o dinheiro público. Divulgue isso em suas redes sociais e dê um basta a esse absurdo.

Quanto a minha denúncia ao Ministério Público, o promotor encontrou indícios de mau uso do dinheiro público e instaurou o PP – Procedimento Preparatório para apurar e coibir os erros.

Rivaldo Soares

Membro do Diretório do PT de Caruaru

Compartilhe esta notícia:
Reinhard Allan Santos