6 dez 2019

Após missão do Consórcio Nordeste na Europa, empresa italiana vem a Pernambuco formalizar interesse em projetos de eficiência energética.

Encontro com o Gruppo Cestari acontece menos de 15 dias após a viagem que levou os governadores nordestinos à França, Itália e Alemanha, em busca de parcerias e financiamentos para projetos estratégicos. Estado lançará chamamento público em breve

Em decorrência das tratativas mantidas durante missão do Consórcio Nordeste pela Europa, agenda de visitas realizada de 18 a 22 de novembro com a presença dos nove governadores da região na França, Itália e Alemanha, o Governo de Pernambuco realiza nesta sexta-feira (6) sua primeira agenda oficial após a viagem, com o grupo italiano Cestari. A empresa é candidata a participar de chamamento público que o Estado abrirá, via Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedu), para lançamento de procedimento de manifestação de interesse (PMI). O objetivo do governo estadual, que interessa à empresa italiana, é implantar projetos que tornem mais eficiente o consumo de energia elétrica na administração pública.

Num PMI, a iniciativa privada realiza estudos que, se aprovados, serão utilizados pelo Estado para promover a delegação de um projeto de concessão (comum ou PPP).  Sua abertura é facultativa para a administração pública e costuma ser realizado por meio de edital, que lista os requisitos necessários à participação dos interessados. No caso de Pernambuco, interessa a geração de energia através de fontes alternativas (eólica, solar, entre outras). O resultado fará parte do escopo do Programa de Parcerias Estratégicas de Pernambuco (PPPE), gerido pela Seduh.

A reunião com o diretor geral do Gruppo Cestari, Antonio Barbalho, foi conduzida pelos secretários Marcelo Bruto (Desenvolvimento Urbano e Habitação) e Bruno Schwambach (Desenvolvimento Econômico). Os gestores públicos são presidente e vice, respectivamente, do Conselho do PPPE.

“Com a incorporação de tecnologias de energia renováveis híbridas, melhoraremos a eficiência energética do consumo público. Criamos um grupo de trabalho para estudar essas alternativas e estamos trabalhando para que outras empresas também possam apresentar propostas semelhantes a Pernambuco”, destacou Bruto.

Já Schwambach ressaltou o trabalho de prospecção do Governo de Pernambuco no exterior.  “Na Itália, o governador Paulo Câmara conseguiu viabilizar um protocolo de intenções por parte do grupo Cestari, que se interessou pelo portfólio de produtos que o Estado ofertou. E os outros projetos discutidos nesta missão na Europa, com certeza, também terão desdobramentos positivos”, disse o secretário, que fez parte da comitiva do Consórcio Nordeste no último mês, na Europa.

SOBRE A EMPRESA – O projeto da Cestari prevê investimento na implantação, operação e manutenção dos equipamentos para captação de energia e distribuição para os prédios públicos. Fundada em 1980, a empresa tem se especializado em projetos de energias renováveis, eficiência energética, tecnologias disruptivas e na promoção e desenvolvimento de parcerias comercial entre entidades públicas e privados. O grupo possui sede em Nápoles e mantém escritórios em outras 13 cidades da Itália, África e América do Sul. No Brasil, além das tratativas com Pernambuco, está em busca de parcerias também com os estados de São Paulo, Bahia e Mato Grosso. O site oficial é o www.gruppocestari.com.

Compartilhe esta notícia:
Reinhard Allan Santos