12 out 2019

Roubo de energia elétrica é descoberto na casa de vereador de Olinda.

O vereador, que não teve o nome divulgado pela concessionária, foi intimado para prestar esclarecimentos na Delegacia de Rio Doce, também em Olinda, segundo a companhia energética.

A Celpe informou que, além de cobrar o valor devido, formalizou uma notícia-crime para a aplicação das sanções previstas em lei.

A empresa alerta que o furto de energia elétrica é crime, previsto pelo artigo 155 do Código Penal. Além de resultar em prejuízos à população, a prática apresenta riscos de acidentes graves.

Por meio de nota, a Polícia Civil confirmou que o imóvel estava com uma ligação clandestina, caracterizando o roubo de energia elétrica. O proprietário da residência, disse a corporação, não foi localizado.

Ainda segundo a polícia, foi instaurado inquérito para apurar os fatos. A investigação ficará com o delegado Osias Tibúrcio, titular da Delegacia de Rio Doce.

G1 entrou em contato com a Polícia Civil e aguarda resposta. A reportagem também procurou a assessoria de imprensa da Câmara de Olinda e aguarda retorno.

Compartilhe esta notícia:
Reinhard Allan Santos