21 jul 2016

PT quer eleger 20 prefeitos nas capitais. PSOL na cola..

arte21pol-101-pt-a6

Nesta tarde, na Câmara dos Vereadores, o ex-prefeito do Recife João Paulo de Lima e Silva foi lançado pelo Partido dos Trabalhadores à prefeitura do Recife numa dobradinha com o PTB na vice com o deputado estadual Silvio Costa Filho. A legenda está tentando voltar as origens quando fazia alianças com partidos à esquerda. O objetivo é o de sair da sua pior crise identidade de todos os tempos desde a sua fundação em 18 de fevereiro de 1980. Vai lançar o maior número de candidatos nas capitais desde o ano de 2004. Serão 20 candidatos.

Na sua cola e com chances reais de chegar ao segundo turno ou até a eleger prefeitos vem o PSOL como alternativa ” às raposas  que vivem, comem e dormem da política que já não funcionam mais no País”. Tem Luciana Genro, em Porto Alegre; Luiza Erundina em São Paulo; Edmilson Rodrigues, em Belém do Pará, e  Marcelo Freixo, no Rio de Janeiro. Aqui no Recife, o deputado estadual Edilson Silva foi lançado ontem com uma militância bastante animada no bairro do Derby. Terá uma chapa de 25 candidatos a vereador e a sua vice é a professora Luciana Cavalcanti.

“O PT não serve mais para liderar um processo de construção de uma alternativa de esquerda”, disse. “Há a necessidade de um novo campo na política.”  A deputada federal Luiza Erundina é outra a criticar o afastamento do PT as suas origens e que por isso tem atraído muitos eleitores.

Nas pesquisas registradas no Rio Grande do Sul, Pará e em São Paulo, tiveram os códigos: RS-388/2016; PA – 09736/2016  e SP-02963/2016, respectivamente. PSOL ganha do PT em todos os cenários.

Com informações do Valor Econômico

Compartilhe esta notícia:
Henrique Barbosa