11 ago 2017

Santos SP faz 1 x 0 no Atlético PR e está nas quartas da Libertadores.

“Corpo fechado”, Vanderlei inspirado e miolo mais compacto ajudam o Peixe na Libertadores. Mas o time não pode nem precisa sofrer tanto, por mais que jogue com vantagem do primeiro duelo

Por Renan Cacioli, São Paulo

Vitória do Santos no sufoco tem dose de sorte e contragolpe (Léo Pinheiro / Estadão Conteúdo)

O Santos entrou em campo para enfrentar o Atlético-PR, na última quinta-feira, pela Libertadores, com excelente vantagem trazida do jogo de ida (3 a 2). Isto explica a postura reativa ou a tentativa, ao menos, de executá-la. O problema foi acreditar que apenas deixar o tempo passar bastaria para confirmar a vaga. Ela veio e com nova vitória, por 1 a 0. Mas, definitivamente, o resultado não traduz a realidade do confronto.

O Peixe contou com enorme dose de sorte, competência de Vanderlei e um raro contragolpe bem executado. Deu certo desta vez. Mas pode não ser o suficiente na briga pelo seu quarto título do torneio.

http://globoesporte.globo.com/sp/santos-e-regiao/futebol/times/santos/noticia/analise-vitoria-e-vaga-do-santos-no-sufoco-tem-dose-de-sorte-e-contragolpe-mortal.ghtml

 

Compartilhe esta notícia:
Henrique Barbosa