15 maio 2018

O tríplex do Edifício Solaris, no Guarujá, litoral de São Paulo .

O tríplex do Edifício Solaris, no Guarujá, litoral de São Paulo (Luiz Maximiano/VEJA)

O tríplex do edifício Solaris, no Guarujá, que levou à condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), recebeu seu primeiro lance às 21h de segunda-feira. De acordo com a Marangoni Leilões, responsável pela venda do apartamento, o interessado deu o lance inicial de R$ 2,2 milhões.

A identidade da pessoa, que pelo cadastro é de Piracicaba, no interior de São Paulo, não foi divulgada. Outros interessados têm até as 14h desta terça dia para cobrirem a proposta.

O imóvel de 215 metros quadrados tem quatro quartos, piscina e área de churrasqueira, além de um elevador privativo que integra os três andares.

Compartilhe esta notícia:
Henrique Barbosa