13 abr 2018

Número 2 da PGR responde Janot sobre Alckmin fora da Lava Jato.

‘Ele não tem acesso a fatos documentados no inquérito’, argumenta Luciano Mariz Maia.

Com Lula preso acabou-se a corrupção no Brasil! Se mandam o caso de Alckmin para a Lava-Jato decerto Moro, que é do PSDB, aliviaria pro mano. Então mandaram para a Justiça Eleitoral de São Paulo para que haja isenção, rigor e imparcialidade. Parabéns Dr. Luciano, aproveite e dê um abraço no seu primo-irmão José Agripino Maia. Simbora MBL, Vem Pra Rua e demais movimentos “mudancistas” brasileiros, vamos encher as ruas e apoiar essa faxina moral e ética… Fora PETRALHAS! O Brasil mudou!

Número 2 da PGR responde Janot sobre Alckmin fora da Lava Jato

© Reprodução/Facebook

POR NOTÍCIAS AO MINUTO – POLÍTICA – INQUÉRITO SIGILOSO

Vice-procurador-geral da República, Luciano Mariz Maia limitou-se a dizer que o ex-procurador Rodrigo Janot “não tem acesso a dados e fatos documentados” no inquérito sigiloso que investiga possível caixa dois em campanhas do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB).

Na quinta-feira, Janot se manifestou via Twitter ao dizer que a decisão de Mariz Maia em remeter a ação para Justiça Eleitoral, tirando-a da força-tarefa da Lava Jato em São Paulo, é “tecnicamente difícil de engolir”.

Os procuradores da Lava Jato em São Paulo argumentam que a investigação envolvendo o tucano auxiliaria no “andamento avançado de outras apurações correlatas”.

Compartilhe esta notícia:
Henrique Barbosa