13 mar 2018

Nome de ex-executivo da BRF, preso pela PF, aparece em anotações apreendidas com Rocha Loures.

Referência a Pedro Faria está em manuscritos que sugerem uma estratégia pró-impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

MARCELO ROCHA

O nome de Pedro Faria, ex-executivo da BRF Foods alvo da Polícia Federal na Operação Carne Fraca, consta em manuscritos apreendidos em poder do ex-assessor especial da Presidência Rodrigo Rocha Loures, processado na Justiça Federal de Brasília por corrupção passiva. A referência a Faria aparece em meio a anotações que sugerem uma estratégia pró-impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. O documento recolhido pela PF na casa de Loures em Brasília foi anexado a inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) aberto a partir da delação premiada dos controladores e executivos do grupo J&F.

O CEO da BRF Pedro Faria (Foto: Reprodução/ Youtube)

 

Compartilhe esta notícia:
Henrique Barbosa