16 abr 2018

Morre, aos 70 anos, jornalista Calazans Neto.

Atualmente, Calazans Neto era gerente de articulação e comunicação da Apac. Foto: Cortesia

O jornalista, publicitário e relações públicas, Calazans Neto, faleceu neste sábado, aos 70 anos, após sofrer três paradas cardíacas devido a complicações de uma infecção pulmonar. Calazans estava internado no Hospital Santa Terezinha. O velório acontece na manhã deste domingo, na capela do Cemitério de Santo Amaro.

O sepultamento será, às 16h, no mausoléu da Associação de Imprensa de Pernambuco (AIP), da qual Calazans foi presidente entre os anos de 2005 e 2010 e na atual gestão atuava como conselheiro. Em nota, a AIP manifestou profundo pesar pelo falecimento. “Sua partida deixa-nos de luto, com o sentimento do vazio da perda de um amig e fiel apoiador das causas da imprensa. Calazans soube ser amigo e promover o bem. Parte um homem de integridade e honra”.

Atualmente, Calazans Neto era gerente de articulação e comunicação da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), do governo de Pernambuco. Na carreira, tem passagens pela sucursal pernambucana da Editora Abril, contratado pela revista Placar.

Compartilhe esta notícia:
Henrique Barbosa