5 dez 2017

Grua Livros lança o romance Petrolina.

O livro conta a história de uma viagem de carro de São Paulo a Petrolina feita por Zeca, seus dois filhos de casamentos diferentes, e por um professor aposentado de violão clássico que quer acertar uma conta do passado.

Sinopse

Que distância separa São Paulo e Petrolina? Dirão os aplicativos: 2178,6 quilômetros, 29 horas de estrada. Zeca, porém, vive um emaranhado de rotas, viagens e acidentes. Com formação em violão clássico, que trocou na adolescência por uma banda de rock, Zeca passou a se dedicar a compor trilhas sonoras para cinema quando sua filha mais velha, Carmem, nasceu. Ele sai para uma viagem em sua Caranga com Carmem, agora com 21 anos, com Pedro, de 5 anos, seu caçula do segundo casamento, e com seu Oscar, tio avô de sua segunda mulher. Seu Oscar é um professor de violão clássico aposentado que fez carreira em um conservatório americano e quer ir para Petrolina encontrar Sebastião que, 50 anos antes, na mesma Petrolina do sertão pernambucano, ele ouviu tocar numa audição e ficou impressionado. Em vez de acolher o talento, dispensou-o – Sebastião tornou-se, então, Tião Cruz do Acordem, sanfoneiro famoso. A viagem se faz de muitas buscas, de muitas histórias. Em um mundo dominado pela impessoalidade tecnológica e um convívio afetivo restrito ao saciamento e saturação de si, a viagem acidental de Zeca a Petrolina dispara questionamentos: de que se faz o curso de uma vida? Ainda seremos capazes de transformar a contingência que perfaz a vida em caminho, sentido e história? Nesse livro, as modificações do mundo, e das relações, vêm através da música. Especialmente a música interpretada em violões.

Sobre o Autor:

Carlos Eduardo de Magalhães nasceu em São Paulo, em 1967. É autor dos romances Pitanga, Trova; Mera Fotografia; Os Jacarés; Super-homem, não-homem, Carol e Os Invisíveis (semifinalista do Prêmio Oceanos 2016), e do livro de histórias Cama de Pregos, entre outros. Teve textos publicados em coletâneas e periódicos. Alguns de seus trabalhos foram publicados no Uruguai, nos Estados Unidos, na Índia e na Bulgária. Boa parte do romance Petrolina foi escrita entre janeiro e fevereiro de 2017 em Chennai, Índia, onde o autor esteve como escritor residente a convite do Chennai Mathematic lInstitute.

Sobre a Grua Livros:

A Grua Livros nasceu no começo de 2008 com o objetivo de publicar livros de ficção e não ficção de qualidade em texto, papel e apresentação gráfica. Em seu catálogo possui 69 títulos e tem 8 lançamentos programados para 2018. Visite o site: www.grualivros.com.

Compartilhe esta notícia:
Henrique Barbosa