14 jun 2018

Festival de Violeiros incrementa programação cultural no São João de Petrolina.

Evento é realizado pela Associação dos Cantadores e Poetas do Vale do São Francisco, com o apoio da Prefeitura de Petrolina

A música popular e o som da viola tomaram conta da Concha Acústica de Petrolina na noite desta quarta-feira (13) durante o 34º Festival de Violeiros da cidade. Crianças, jovens e adultos lotaram o espaço para prestigiar a noite de rimas e poesias do evento que faz parte do calendário junino e valoriza a cultura nordestina. O festival reuniu repentistas de Pernambuco, Paraíba e Piauí numa festa voltada às famílias de Petrolina.

A dupla Antônio Severo e Paulo Maia abriu a noite de apresentações ao som da boa viola que encantou o público. Em seguida foi dado início às disputas onde foram premiados com troféus às quatro duplas participantes. Entre os critérios avaliados, a comissão julgadora avaliou a métrica, rima e oração.

Segundo um dos organizadores do festival, Natanael Cordeiro, a arte da cantoria faz parte da cultura nordestina e ganha espaço importante no São João da cidade. “Divulgar a cantoria é divulgar nossa cultura. Ficamos honrados em perceber que este evento ganha espaço importante dentro do calendário junino de Petrolina”, disse. Além das duplas que participaram da disputa, o festival contou ainda com a apresentação extra de Rinaldo Aleixo e Dimas Fernandes.

O 34º Festival de Violeiros é de realização da Associação dos Cantadores e Poetas do Vale do São Francisco, com o apoio da Prefeitura de Petrolina.

Confira a premiação:

1° lugar: Zé Viola – Picos (PI) e Raulino Silva – Caruaru (PE)

2° lugar: Ivanildo Vilanova – Recife (PE) e Moacir Laurentino (Campina Grande –PB)

3° lugar: Francinaldo Oliveira – São José Belmonte (PE) e Maxinino Bezerra – Venturosa (PE)

4° lugar: Damião Enésio – Serra Talhada (PE) e Dê Caboclo – Conceição (PB)

Compartilhe esta notícia:
Felipe Durand