11 ago 2017

Dona Renata Campos é nome para Presidência da República.

Depois que o governador Eduardo Campos deixou o governo do estado para ser presidente da República pelo PSB, não sabia que o pessoal daqui iria entrar em curto-circuito. Todo mundo achou que tinha voto para ser governador. Quando a escolha recaiu sobre o técnico Paulo Câmara, gerou uma porção de biquinhos, mas ninguém deu declarações contrários.
O tempo foi passando o PSB foi perdendo o gosto pela política, tomou algumas posições divididas, como a votação que absorveu o presidente Temer.
Hoje está sem candidatos na maioria dos estados. Para presidente então, não se lembram de ninguém.
Ninguém, virgula, O PSB tem a maior liderança ali em Apipucos. Sóbria, não é de arroubos e tem uma liderança inquestionável. Trata-se da dona Renata, ex-esposa de Eduardo Campos que deixou o PSB fortíssimo e em condições de fazer o primeiro presidente nacional.
Conhece tudo. Conviveu com Arraes e Eduardo Campos e viu de perto crescimento do partido em Pernambuco – maior governador da sua geração – e no Brasil e, como as maioria dos executivos da legenda é composta de homens que adoram dizer que tem votos que não tem, esquecem mulheres.
Mas, ele sabe que tem uma missão! E os homens deveriam saber.
Foto: Blog do Tadeu

Compartilhe esta notícia:
Henrique Barbosa