12 jun 2018

Caatinga em foco no Junho Verde da Alepe nesta quarta-feira (13).

Evento discutirá experiências para o Bioma nacional, dotado de uma biodiversidade única (Foto: Divulgação)

Bioma exclusivamente brasileiro, visto que ocupa cerca de 844 mil km² (11% do território do Brasil), e engloba Pernambuco, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí, Sergipe e o norte de Minas Gerais, a Caatinga será reverenciada durante o Junho Verde na Assembleia Legislativa de Pernambuco, nesta quarta (13/06) a partir das 9h, com o Seminário: Experiências Exitosas no Bioma Caatinga, no Auditório Ênio Guerra da instituição.

Realizada em parceria entre a Comissão de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Alepe, com a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de PE (SEMAS) e a Agência Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (CPRH), a atividade é parte do Junho Verde – resultado da Lei Nº 16.178/2017, de autoria do deputado estadual Zé Maurício, que amplia as ações da Semana Estadual do Meio Ambiente, transformando o mês de junho, em que consta o Dia 5/06 (Dia Mundial do Meio Ambiente), num período dedicado à conscientização sobre a importância de promover o desenvolvimento sustentável na proteção do meio ambiente. A medida ​estimula ações educativas, com foco na sociedade civil, como eventos, audiências públicas, seminários, aulas, palestras e distribuição de material educativo a respeito da temática ambiental.

Dotada de uma biodiversidade ímpar, com registro, até o momento, de aproximadamente 932 espécies de plantas, 187 de abelhas, 240 de peixes, 167 de répteis e anfíbios, 510 tipos diferentes de aves e 148 de mamíferos, segundo dados da Conservação Internacional (CI), a Caatinga abriga também cerca de 27 milhões de pessoas.

Apesar de toda essa riqueza natural, o Bioma, que apresenta aproximadamente 60% de áreas suscetíveis à desertificação, enfrenta problemas como a monocultura e a pecuária extensiva, além de ter 2,8 mil km² da sua vegetação anualmente transformada em lenha, segundo dados do Ministério do Meio Ambiente, que atesta que mais de 45% da vegetação nativa da Caatinga já foi perdida. Nesse sentido, vale ressaltar que do total de unidades de conservação (UCs) na Caatinga, apenas 1% é área de proteção integral; e dos 13 principais tipos de vegetação reconhecidos no bioma, quatro ainda não estão representados em nenhum tipo de UC – o que dificulta a sua reconstituição.

Tendo em vista essa pluralidade de elementos envolvendo a Caatinga, o evento na Alepe apresentará projetos desenvolvidos por instituições pernambucanas e que contribuem, de alguma forma, para o Bioma. A Mesa de Abertura contará com o Deputado Zé Maurício, Presidente da Comissão de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Alepe; Carlos Cavalcanti, Secretário Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade; e Eduardo Elvino – Presidente da Agência Estadual de Meio Ambiental (CPRH).

Na sequência, serão realizadas as palestras: 1. “Projeto Implantação de Módulos de Manejo Sustentável da Agrobiodiversidade para o Combate à Desertificação no Semiárido Pernambucano”, apresentado por Sérgio de Azevêdo Mendonça, Superintendente técnico da SEMAS; 2. “Projeto Papagaio da Caatinga” da Agência Estadual De Meio Ambiente (CPRH), apresentado por Yuri Marinho Valença, biólogo e coordenador do Centro de Triagem de Animais Silvestres Tangara (CETAS Tangara); 3 – “Bioma Caatinga: Buscando Inovações Genuinamente Brasileiras” da Universidade Federal De Pernambuco (Ufpe), apresentado pela Prof.ª Márcia Vanusa da Silva, do Departamento de Bioquímica da Universidade; 4 – “Projeto Águas de Areias: Recuperação e Gestão Compartilhada das Águas de Aluvião em Leito Seco de Rio no Semiárido Pernambucano”, da Associação Águas do Nordeste (ANE), apresentado pela vice-presidente da instituição, Edneida Rabêlo Cavalcanti

O encerramento fica por conta da exibição do vídeo “O Sertão Vai Virar Mar”, produção audiovisual que resgata tradições culturais e folclóricas de regiões por onde passa o Rio São Francisco.

Serviço
Junho Verde na Alepe – Seminário: Experiências Exitosas no Bioma Caatinga
Quando: Quarta, dia 13 de junho, das 9h às 12h
Onde: Auditório Ênio Guerra – Assembleia Legislativa De Pernambuco (Alepe) – Rua Da União, 439, Anexo I, 4º Andar, Boa Vista, Recife/PE.

Compartilhe esta notícia:
Felipe Durand