12 abr 2018

Aldo Rebelo deixa o PSB e se filia ao Solidariedade, de Paulinho da Força.

Antes de anunciar a sua saída do PSB, nesta quinta-feira (12), o ex-ministro da Defesa, Aldo Rebelo, já havia se filiado ao Solidariedade.

  

Antes de anunciar a sua saída do PSB, nesta quinta-feira (12), o ex-ministro da Defesa, Aldo Rebelo, já havia se filiado ao Solidariedade, de Paulinho da Força, no dia 5 último, o que dá a ele prazo para se candidatar pelo partido. A ficha foi abonada pelo próprio Paulinho. De acordo com informações do Estadão, fontes próximas a Paulinho dizem que Aldo é uma opção para concorrer à Prefeitura de São Paulo em 2020 pelo SD.

Aldo Rebelo anunciou nesta quinta-feira, em sua conta do Twitter, que se afastará do PSB. Rebelo, que ingressou no partido em setembro de 2017, disse que sua saída se dá por causa da possível candidatura do ex-presidente do STF Joaquim Barbosa à Presidência da República. Barbosa se filiou à legenda na última sexta-feira, 6.

“Impossibilitado de acompanhar a manifesta inclinação da direção partidária pela candidatura do ilustre ministro Joaquim Barbosa, comunico meu afastamento do PSB. Continuarei apoiando a candidatura de Márcio França em S.Paulo e outros projetos regionais do Partido.”

Apoiadores do novo governador de São Paulo, Márcio França, são contra candidatura própria ao Planalto. Márcio defende o apoio a Geraldo Alckmin, de quem França era vice até semana passada. A hipótese, no entanto, foi deixada de lado pelo partido, que tenta emplacar um discurso de retorno às origens de centro-esquerda.

 

Compartilhe esta notícia:
Henrique Barbosa