18 fev 2020

PGE-PE, UPE e ATI ampliam parceria em inteligência computacional.

Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco (PGE-PE), a Universidade de Pernambuco (UPE) e a Agência de Tecnologia da Informação de Pernambuco (ATI-PE) ampliaram, na tarde desta segunda-feira (17/2), sua parceria para o desenvolvimento de soluções de inteligência computacional voltadas para a advocacia pública. Além do reforço da equipe do Laboratório de Inteligência Governamental (LiGov) instalado na instituição desde o ano passado, foi anunciado o Projeto Aurora, de inteligência artificial da PGE, que reunirá procuradores do Estado e estudantes do Programa de Pós-Graduação em Engenharia da Computação da UPE (PPGEC).

A partir de março, quatro procuradores da Procuradoria da Fazenda Estadual participarão do Programa Sala de Aula Aberta, da UPE, frequentando a disciplina Computação Inteligente, no PPGEC, na qual 20 mestrandos estarão exclusivamente dedicados a desenvolver soluções de inteligência artificial a partir dos problemas e desafios apresentados pelos procuradores Fernanda Braga, Bruno Lemos, Luciana Espíndola e Rodolfo Cavalcanti. A ideia é que, ao fim do semestre, sejam mostrados os primeiros resultados do Projeto Aurora, segundo o professor Fernando Buarque, coordenador do programa.

Da PGE-PE, o Programa Sala de Aula Aberta contará ainda com a participação neste semestre da corregedora-geral da Procuradoria, Socorro Brito, que, ao lado dos alunos da disciplina Inteligência Artificial, na graduação em Engenharia da Computação da UPE, buscará soluções para aplicação na Corregedoria.

Na reunião conduzida pela procuradora-geral adjunta do Estado de Pernambuco, Giovana Ferreira, na Sala do Conselho Superior da PGE-PE, foram apresentados ainda os novos integrantes do LiGov da PGE-PE: Marcelo Lacerda, doutorando em Ciência da Computação na UFPE, e João Luiz Vilar Dias, doutorando em Engenharia da Computação na UPE. Eles se juntam a quatro estudantes de Engenharia da Computação da UPE que vêm trabalhando desde maio de 2019 no laboratório coordenado pelo analista de tecnologia da informação e comunicação Álvaro Pinheiro, coordenador de Sistemas da Unidade de Informática da PGE-PE e também doutorando em Engenharia da Computação na UPE.

Sob orientação de Fernando Buarque, eles vão acelerar o desenvolvimento de inteligência computacional na PGE-PE, entregando soluções inovadoras e customizadas. Álvaro Pinheiro informou que o LiGOV da PGE-PE é o primeiro do Estado e já construiu, nesses nove meses de funcionamento, 11 robôs para automatização de processos que possibilitaram a agilização do trabalho dos procuradores. Também desenvolveram 17 painéis, com o uso de tecnologias de Business Inteligence, para produção de relatórios, processamento, gerenciamento, mineração e análise de dados.

Tudo que é produzido no âmbito do LiGOV é armazenado e fica disponível no Repositório do LiGOV na ATI, podendo ser utilizado por outras instituições estaduais. “Celebramos o que já foi desenvolvido e damos um novo passo nesta experiência, que não é da PGE, da ATI ou da UPE, mas é do Estado de Pernambuco”, afirmou a procuradora-geral adjunta Giovana Ferreira.

Presente à reunião, o reitor da UPE, Pedro Falcão, destacou que o Sala de Aula Aberta se insere no escopo do dever da universidade de realizar ações voltadas ao Estado. “É com grande alegria que iniciamos esta nova etapa. A UPE tem atuado neste e em outros projetos para estreitar a parceria com instituições do Estado e empresas, colocando a pesquisa a serviço da resolução das demandas”, disse.

Representando a ATI, o diretor de TI e Transformação Digital da agência, Romero Guimarães, falou da satisfação com a evolução do projeto. “É uma sequência necessária dentro da cultura que vimos construindo desde 2015 de estabelecer um novo relacionamento entre governo e universidades públicas e privadas, e também com empresas, para ter um ecossistema integrado com os problemas do Estado e da população”, enfatizou.

Participaram da reunião ainda a secretária da Controladoria Geral do Estado, Érika Lacet; o secretário-geral da PGE-PE, Alexandre Auto; a procuradora-chefe da Fazenda Estadual, Fernanda Braga; o procurador-chefe adjunto da PFE Leonardo Freire; os procuradores André Leite (coordenador do Núcleo de Dívida Ativa da PFE e primeiro a participar do Sala de Aula Aberta) e Luciana Espíndola; o gestor executivo da PGE-PE, Cristian Alves; o diretor da Escola Politécnica da UPE, José Roberto de Souza Cavalcanti; a gerente do Laboratório de Integração Governo, Universidade e Empresa (Ligue), Mônica Bandeira; o analista de gestão em TIC da ATI Saint-Clair Ramos Filho; o servidor Helder Silva, da ATI; e os servidores João Amaral, da CGE; Caio Melquíades, da CGM Recife; e Renan Albino, da UPE, que cursam o Mestrado em Engenharia da Computação na UPE.

http://www.pge.pe.gov.br/?1718_pge-pe,_upe_e_ati_ampliam_parceria_em_inteligencia_computacional

Compartilhe esta notícia:
Reinhard Allan Santos