18 fev 2020

Mudança de time – Coluna Esplanada.

    PODER, POLÍTICA & MERCADO 

Leandro Mazzini

 

Brasília, Terça-feira, 18 de fevereiro de 2020 – nº 2 .762

 

A mudança de ministros do Governo Bolsonaro provocou a queda de assessores próximos aos antigos titulares das pastas. O núcleo militar do presidente da República no Palácio se movimenta para não deixar olheiros de Onyx Lorenzoni, ex-chefe da Casa Civil, à sua porta – apesar da boa relação de ambos. Houve duas baixas, por ora, na Casa Civil: Rodrigo Augusto Rodrigues foi exonerado do cargo de Subchefe Adjunto Executivo de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais; e Scott Kartegeane Linhares Camelo, do cargo de Subchefe Adjunto de Gestão Pública de Articulação e Monitoramento. O novo ministro, general Braga Netto, toma posse hoje. 

Mais troca

O secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento Regional, Mauro Biancamano, também foi exonerado. A pasta, antes comandada por Gustavo Canuto, agora é chefiada por Rogério Marinho, ex-secretário da Previdência. 

Oba-oba

Há quem desconfie, entre autoridades policiais, desse medo de ministros do STF sobre risco de atentado. Nunca se confirma. É aquela história: quem faz, não avisa na internet.

Primeiras-damas

Duas candidatas ao cargo de primeira-dama do Recife dividirão holofotes na folia do Recife. A deputada federal Tábata Amaral (PDT) – namorada do colega de plenário João Campos (PSB) – e a apresentadora de TV Fátima Bernardes, namorada do federal Túlio Gadelha (PDT). Eles são potenciais pré-candidatos na eleição deste ano. E o frevo toca em torno de ambos, paparicados por populares e políticos.

1º escalão

Parlamentares da oposição querem se reunir com o ministro do STF Ricardo Lewandowski, relator do pedido de impeachment do ministro da Educação, Abraham Weintraub. No pedido, protocolado há duas semanas, 28 deputados e dois senadores apontam que Weintraub está promovendo verdadeiro “desmonte” da pasta. 

Queimação 

Um abaixo-assinado virtual, em apoio ao pedido de impeachment, já levantou cerca de 50 mil assinaturas. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, também é alvo de pedido de impeachment sob relatoria do ministro Edson Fachin. 

$ocorro federal

A União desembolsou, em janeiro, mais de R$ 368,24 milhões para arcar com calotes de Estados. Foram R$ 147,07 milhões da inadimplências de Minas Gerais, R$ 126,21 milhões do Estado do Rio de Janeiro, R$ 78,22 milhões de Goiás e R$ 16,74 milhões do Amapá. Em 2018, o Tesouro desembolsou R$ 8 bilhões para cobrir dívidas dos Estados. 

Cadeado

As garantias honradas pela União são descontadas dos repasses do Governo, como receitas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e do Fundo de Participação Estadual.

MERCADO

A Dona..

Depois de a Polícia Federal desvendar uso de caixa 2, agora é a Justiça do Trabalho da Paraíba que quer a indenização dos funcionários do Resort Mussolo, quebrado em 2019 pela empresária mais rica de Angola, Isabel dos Santos, que – suspeita-se – utilizou dinheiro lavado da petrolífera Sonangol.

..do Pedaço

E quem é a dona Isabel? Vem a ser a filha do ditador angolês por 40 anos, José Eduardo dos Santos. Ela também é proprietária de outro resort, o famoso Solar de Tambaú, em atividade desde 2018.

Estantes vazias

O mercado de livros sofre um baque forte. Várias editoras revêem seus catálogos, freiam compra de direitos de publicação e seguram a avaliação de originais de obras. A falência da distribuidora La Selva, e a recuperação judicial das livrarias Cultura e Saraiva atingem em cheio o setor.

Taxiando

Um pedinte levou bronca, há dias, no Aeroporto de Brasília. Frequente passageiro o reconheceu pela terceira vez, no saguão de checkin, e lhe deu uma ‘dura’ na frente dos passageiros: se quer ir mesmo para o Piauí, que tente pela rodoviária (onde pode ganhar passagem ou carona). Há mais de 6 meses o sujeito pede dinheiro nas filas do aeroporto.

ESPLANADEIRA

Balanço do quarto trimestre mostra que usuários únicos do app MEU TIM cresceram 18% na comparação anual, o que impulsionou a queda nas interações no call center em 17% no mesmo período.

 

Com Walmor Parente, Carolina Freitas (DF),                                                                                                                          Beth Paiva (RJ) e Henrique Barbosa (PE)
                 

Compartilhe esta notícia:
Henrique Barbosa