14 fev 2020

Grupo Boticário cresce 9% em 2019, com receita de R$ 14,9 bilhões.

Desempenho, mais uma vez, ficou acima do mercado de Perfumaria e Cosméticos. Investimentos chegaram a R$ 330 milhões 

São Paulo, 14 de fevereiro – O Grupo Boticário cresceu 9% em 2019, com receita líquida de R$ 14,9 bilhões. O resultado foi acima da média do mercado, que deve variar entre 5% e 7%, de acordo com a Abihpec (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos),  e superior ao crescimento do setor de varejo no ano, de 1,8%, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Se forem considerados os resultados de Beleza na Web, plataforma digital de beleza que o Grupo adquiriu em 2019, o crescimento foi de 11,7% e a receita passa para R$ 15,3 bilhões. A informação foi dada nesta quinta (13) pelo CEO do Grupo, Artur Grynbaum. Para 2020, a expectativa é manter o ritmo de crescimento no mesmo patamar.  

Para impulsionar ainda mais os negócios, o Grupo Boticário prevê aumentar os investimentos, passando dos R$ 330 milhões investidos no ano passado para uma faixa que varia entre R$ 350 e R$ 400 milhões em 2020, com foco em aumento da capacidade de produção e capacidade logística.

Evolução

Neste ano, em que o Grupo Boticário completa dez anos, Grynbaum aproveitou para fazer uma análise comparativa do período. A receita do Grupo passou de R$ 4,5 bilhões para R$ 14,9 bilhões – excluindo Beleza na Web. O número de empregos diretos passou de 6 mil para 12 mil funcionários. Ao todo, são 47 mil empregos diretos e indiretos.

Com forte investimento na área de Inovação, Pesquisa e Desenvolvimento, o Grupo lançou 1,7 mil produtos em 2019, somando cerca de 30 projetos de pesquisa, entre eles, a fragrância Linda Felicidade, produzida a partir de técnicas de neurociência para ativar a sensação de felicidade, a primeira base do mercado com FPS 70 e ácido hialurônico e a nova linha de cabelos, Eume, que já está sendo distribuída pela Multi B em canais como farmácias, perfumarias e lojas multimarcas. 

Em termos de estrutura, a companhia opera duas fábricas, uma em São José dos Pinhais, no Paraná, e outra em Camaçari, na Bahia, onde foram fabricados 435 milhões de produtos em 2019, e seis centros de distribuição, por onde expediu cerca de 430 milhões de produtos, uma média de 35,7 milhões ao mês, mais de 1 milhão por dia. Do total de centros de distribuição, um foi inaugurado em Varginha, Minas Gerais, e outros dois foram incorporados após a aquisição de Beleza na Web, dos quais um em São Paulo e outro em Tocantins.

Internacionalização

O Grupo Boticário segue reforçando sua estratégia de internacionalização, iniciada há 34 anos quando abriu o primeiro O Boticário em Portugal, país em que hoje soma 56 lojas do Boticário e Quem Disse, Berenice?. As operações no exterior são próprias ou com parceiros estratégicos. O Grupo fortaleceu a presença na Colômbia, onde opera com dez lojas e no canal de venda direta. 

No final do ano passado, inaugurou a segunda loja do Boticário no Paraguai. Nos Estados Unidos, atua por meio de e-commerce, em parceria com a Amazon e a Boots para ampliar a presença da marca Nativa SPA. A companhia está com três lojas em Dubai e estuda ampliar a presença nos Emirados Árabes. Ao todo, o Grupo está presente em 15 países, além do Brasil. 

Sobre o Grupo Boticário

Constituído em 2010 e referência internacional no varejo de beleza, o Grupo Boticário é controlador das marcas O Boticário, Eudora, Quem Disse, Berenice?, The Beauty Box, Multi B e Vult, além de mantenedor da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza. Está presente em 15 países e conta com uma força de trabalho composta por 12 mil colaboradores diretos que acreditam que beleza não é o que a gente sonha, imagina ou quer. Beleza é o que a gente faz.

Compartilhe esta notícia:
Reinhard Allan Santos