13 ago 2019

Waldemar Borges registra cinco anos da morte de Eduardo Campos.

AVALIAÇÃO - Para o deputado, ex-governador “foi o melhor líder político do Estado” e marcou definitivamente a história de Pernambuco. Foto: Roberto Soares
AVALIAÇÃO – Para o deputado, ex-governador “foi o melhor líder político do Estado” e marcou definitivamente a história de Pernambuco. Foto: Roberto Soares

Em discurso na Reunião Plenária desta terça (13), o deputadoWaldemar Borges (PSB) registrou os cinco anos da morte do ex-governador Eduardo Campos, vítima de um acidente aéreo durante a campanha eleitoral de 2014 para a presidência da República. Na avaliação do parlamentar, o gestor “foi o melhor líder político do Estado” e marcou definitivamente a história de Pernambuco.

“Reunindo as melhores tradições do povo do Estado – garra, perseverança e altivez – Eduardo Campos transformou a gestão pública em Pernambuco em todas as áreas”, afirmou Borges, destacando os avanços conquistados na área educacional, a construção de 20 equipamentos de saúde e a realização do Programa Pacto pela Vida para contribuir com a segurança pública. “Essa e todas as outras áreas passaram a ter outra dimensão após a gestão dele”, elogiou.

O parlamentar destacou a parceria firmada entre o ex-governador e o então presidente Lula, que teria atraído investimentos para Pernambuco. “A intervenção federal foi aqui potencializada devido à liderança e competência de Campos”, avaliou. “Não gostaria de estar hoje registrando essa data. Meu desejo era ver Eduardo Campos presidente da República, o que certamente teria acontecido se a tragédia não tivesse cruzado seu caminho”, acrescentou.

APARTE - Gestor era “vocacionado e tinha enorme visão administrativa”, avaliou Tony Gel. Foto: Roberto Soares
APARTE – Gestor era “vocacionado e tinha enorme visão administrativa”, avaliou Tony Gel. Foto: Roberto Soares

APARTE – Gestor era “vocacionado e tinha enorme visão administrativa”, avaliou Tony Gel. Foto: Roberto Soares

“Na campanha para o Governo do Estado, ele era neto de Miguel Arraes. Graças ao sucesso das ações empreendidas, Eduardo conseguiu de desvencilhar desse outro grande nome e ter uma marca própria”, registrou Nascimento. “Vocacionado e com enorme visão administrativa”, concluiu Tony Gel.

Compartilhe esta notícia:
Henrique Barbosa