10 jun 2019

UFPE toma providências sobre ameaça de ataque armado na instituição.

A Superintendência de Segurança Institucional da Universidade está trabalhando em parceria com a PF, PM e SDS na investigação do caso

As ameaças de ataque armado na UFPE surgiram em um grupo da deep web, uma área da internet que não é rastreada pelos navegadores comuns / Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem

As ameaças de ataque armado na UFPE surgiram em um grupo da deep web, uma área da internet que não é rastreada pelos navegadores comuns. Foto: Bobby Fabisak / JC Imagem

JC Online

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) divulgou, na tarde deste domingo (9), uma nota em que informa já estar tomando as providências necessárias em relação a supostas ameaças de um ataque armado no câmpus Recife da instituição. As informações sobre o ataque foram difundidas por meio das redes sociais e chegou ao conhecimento da administração da UFPE na noite desse sábado (8).

Segundo a nota, a Superintendência de Segurança Institucional (SSI) da Universidade foi acionada e já está trabalhando em parceria com a Polícia Federal (PF), Polícia Militar (PM) e Secretaria de Defesa Social (SDS) na investigação do caso. Todo o material coletado pela UFPE na internet foi encaminhado pela SSI às autoridades.

Deep web

As ameaças de ataque armado na UFPE surgiram em um grupo da deep web, uma área da internet que não é rastreada pelos navegadores comuns, e prints da articulação do ataque viralizaram nas redes sociais. No texto capturado, o suposto atirador afirma que já havia tentando realizar o ataque na última quarta-feira (5), mas frustrado pela presença da PM que faz rondas no campus.

Confira a íntegra da nota da UFPE:

“A fim de tranquilizar a comunidade acadêmica da UFPE, a Reitoria informa que já estão sendo tomadas providências em relação às informações difundidas nas redes sociais sobre um possível ataque armado que estaria sendo tramado para ocorrer no Campus Recife. A Administração Central tomou conhecimento ontem (8), por volta das 23h, da ameaça e imediatamente acionou a Superintendência de Segurança Institucional (SSI) da Universidade, que já está trabalhando com as autoridades policiais – Polícia Federal, Polícia Militar e Secretaria de Defesa Social – na investigação do caso. Todo o material coletado pela UFPE na internet foi encaminhado pela SSI às autoridades.

A articulação do ataque surgiu em um grupo da deep web (parte da internet não acessível pelos mecanismos de busca e oculta do grande público) e prints da discussão passaram a circular nas redes sociais. O texto que está viralizando diz, inclusive, que uma tentativa do suposto atirador havia sido frustrada pela presença da Polícia Militar que faz rondas no campus. A SSI reforça, neste momento, a importância do trabalho integrado realizado na instituição com os órgãos de segurança pública, que funciona de forma preventiva. De acordo com a superintendência, a Polícia Federal e a Secretária de Defesa Social já estão monitorando o caso, o que também está sendo feito pela própria segurança da UFPE.”

Professor

Procurada, a UFPE ainda informou que só irá se pronunciar nesta segunda-feira (10) sobre um suposto disparo de arma de fogo contra a sala de um professor da instituição na sexta-feira (7). Em uma publicação nas redes sociais, o docente mostrou a janela do ambiente, que fica no Centro de Ciências Sociais Aplicada (CSSA), quebrada e apontou o disparo de um projétil como responsável. A assessoria da UFPE, porém, afirmou que a SSI não identificou o objeto que teria quebrado a janela.

Compartilhe esta notícia:
Reinhard Allan Santos