21 maio 2019

Fortalece a Igualdade encerra em Caruaru com direito a desfile.

Certificado de alunos qualificados será entregue no Memorial de Caruaru

“Falo, sim, bem feliz”. Esta foi a resposta do jovem Nadilson Alves da Silva, 21 anos, ao ser questionado se daria um depoimento sobre o programa estadual Fortalece a Igualdade, no qual se inscreveu em abril para receber, nesta quarta-feira (22), o certificado do curso Modelagem em Moda Praia e Moda Íntima, no município de Caruaru. Nall, como prefere ser chamado pelos amigos, é um dos 25 alunos do curso de qualificação oferecido pela Secretaria do Trabalho, Emprego e Qualificação de Pernambuco que participam da cerimônia programada para esta quarta-feira, às 16h, no Museu Memorial de Caruaru. No evento, haverá desfile para exposição das peças produzidas pelos alunos, bem como a presença de representantes do Governo do Estado e da Prefeitura de Caruaru.

“Eu nunca tinha pegado numa máquina antes, nunca tinha feito nem uma tiara de boneca e agora sei fazer um biquíni”, contou Nall, orgulhoso, acrescentando estar ansioso para receber o certificado. “No Dia das Mães, pude dar um presente, feito por mim, a minha mãe do coração. Tirei as medidas escondido, fiz tudo, orgulhei a ela e me orgulhei. Ela é uma bênção na minha vida”, declarou, emocionado.

Nall se mudou para Caruaru há cerca de dez anos com a família, que buscava mais oportunidades. Ele nasceu em Agrestina e atualmente mora no Bairro do Salgado, no mesmo local onde o treinamento foi realizado para formar mão de obra capacitada – seja para abrir o próprio negócio ou ter mais oportunidade de contratação. “Um curso desses, de graça, para beneficiar pessoas negras LGTB e formar pessoas capacitadas para o polo têxtil de Caruaru foi maravilhoso”, completou, referindo-se ao objetivo do programa.

O Fortalece a Igualdade foi idealizado pela Secretaria do Trabalho Emprego e Qualificação de Pernambuco e recebeu apoio do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos do Governo Federal, bem como recebeu o apoio da Prefeitura de Caruaru, que cedeu o local. O Fortalece ofereceu 200 vagas de qualificação nos município do Recife, Olinda, Caruaru, Petrolina e Garanhuns, mas ainda há em andamento. “Eu peguei a oportunidade com muita alegria”, completou Nall.

“O Fortalece a Igualdade auxilia como instrumento de conscientização das pessoas para um tratamento mais humanitário, sem racismo, sem preconceitos. O projeto dá um empoderamento maior à comunidade negra LGBT, que ao longo da História, teve seus direitos violados, tendo, assim, maior dificuldade de acesso à educação e ao mercado de trabalho”, disse o coordenador Fórum Estadual da Micro e Pequena Empresa Luís Gonzaga.

Compartilhe esta notícia:
Reinhard Allan Santos