11 jan 2019

Amigo de Bolsonaro saltou cinco níveis hierárquicos.

Ao ganhar a Gerência de Inteligência da Petrobras, Carlos Victor Guerra Nagem saiu da posição de funcionário comum para a de gerente executivo, saltando cinco níveis hierárquicos.

Embora seja prerrogativa do presidente nomear, a governança corporativa orienta que todos os degraus devem ser percorridos – gerando naturalmente o acúmulo de experiência necessário.

No caso, Guerra deveria ter exercido as funções de supervisor, depois de coordenador, gerente setorial, gerente regional e gerente geral.

O amigão do presidente estará subordinado diretamente ao próprio presidente da estatal, Roberto Castello Branco.

Fonte: O Antagonista

Compartilhe esta notícia:
Felipe Durand