4 jan 2019

Primeiro final de semana do ano com programação de férias, Queima da Lapinha e exposições.

Foto: Rói Rói Filmes/Neoenergia/Divulgação

No primeiro final de semana de 2019, os recifenses vão se despedir do Ciclo Natalino com a tradicional Queima da Lapinha no centro da cidade. Já a criançada vai se divertir com atividades preparadas especialmente para o período das férias em diversos parques e museus. E a Prefeitura do Recife, por meio das suas secretarias, também oferece lazer para os adultos no Museu da Cidade do Recife, no MAMAM, Museu Murillo La Greca e na Galeria Janete Costa.

A celebração da Queima da Lapinha, que remonta ao Século 19, encerra, neste domingo (6), os festejos do Ciclo Natalino, promovidos pela Prefeitura do Recife, desde o último dia 9 de dezembro, em vários locais da cidade. A programação, gratuita e aberta ao público, reunirá 11 pastoris para celebrar o Dia de Reis, acompanhados por Mendes e sua Orquestra. O rito, que se despede do Ciclo Natalino e abre o caminho para o Carnaval, começa às 17h, no Pátio do Carmo, e termina no Pátio de São Pedro.

Para a garotada, que não tem aulas neste mês de janeiro, uma ótima alternativa de lazer é aproveitar as atividades gratuitas do Recife Férias. O projeto, realizado pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer, promove muita diversão e interação para crianças e adolescentes, nos parques Santana e Macaxeira, na Zona Norte da cidade, e Santos Dumont, na Zona Sul.

Hoje (4), amanhã (5) e domingo, o Parque da Macaxeira vai receber, entre 15h e 18h, atividades como vôlei, jogos de tabuleiro, slackline, dança, basquete, brincadeiras populares, além de oficina de slime. O Parque Santana, nesta sexta e no sábado, vai oferecer oficina de pintura, apresentação teatral e vários jogos e brincadeiras. Já no Parque Santos Dumont, vai ter oficina de origami, apresentação de mágico e muito mais. Confira a programação completa do Recife Férias: http://www2.recife.pe.gov.br/sites/default/files/recife_ferias.pdf.

Mais opções para a criançada curtir as férias estão no Museu da Cidade do Recife. A oficina de cartonera abre as atividades do mês, neste domingo, ensinando aos pequenos a confeccionar calendários, livros e catálogos, utilizando produtos como papelão e tinta colorida. O evento também tem o objetivo de conscientizar as crianças sobre a importância de se reutilizar materiais. Quem visitar o local poderá conferir também a exposição Cinco Pontas, com pinturas e documentos que passeiam por várias épocas e contam o papel da edificação em momentos históricos marcantes da capital pernambucana. A entrada é gratuita, para mais informações: (81) 3355-3107.

Já o Museu de Arte Moderna Aloisio Magalhães (MAMAM), equipamento que também é gerido pela Prefeitura do Recife, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura Cidade do Recife, expõe “Coração de Pedra”, da figurinista pernambucana Carol Monteiro, que revela uma rica zona de intersecção entre arte e moda, numa produção inspirada na paisagem dos sertões nordestinos. O Museu também apresenta a mostra “Com Olhos de Náufrago ou Onde fica o Próximo Porto”, da paraibana radicada em Pernambuco Alice Vinagre. A exposição navega pelas águas ora turvas ora calmas da obra de Alice, atravessando fases, investigações e técnicas que nortearam sua produção, da década de 1980 em diante. Saiba mais sobre as mostras gratuitas: (81) 3355-6871.

No Museu Murillo La Greca, o público poderá contemplar neste final de semana a exposição fotográfica Glossário Fluvial. A mostra é resultado de uma pesquisa, que teve como tema os rios e os termos técnicos e científicos que se relacionam com o universo fluvial, realizada com incentivo do Funcultura. Esses termos foram traduzidos em fotografias, criando um glossário de imagens que aproximam as pessoas das questões ambientais atuais. Quem assina as fotos é Hassan Santos, fotógrafo, ilustrador e arte educador. A entrada é franca, para mais detalhes: (81) 3355-3129.

E quem estiver na Zona Sul do Recife neste final de semana pode visitar a Galeria Janete Costa. A exposição da vez, gratuita e aberta ao público, é Transistor de Jota Zer0ff. São 24 obras, a maioria delas de spray sobre madeira, mas o artista também recorre a lápis e papel, além de honrar sua mais recorrente tela em dois painéis de grafitti estampados nas paredes da galeria. Infomações: (81) 3355-9825.

Compartilhe esta notícia:
Felipe Durand