8 nov 2018

PF está nas ruas do Rio para prender dez deputados estaduais.

Operação mira esquema de compra de votos com dinheiro de propina e distribuição de cargos iniciado no primeiro governo de Cabral, em 2007, e mantido até hoje.

PF está nas ruas do Rio para prender dez deputados estaduais

© Sergio Moraes / Reuters / Imagem de arquivo

POLÍTICA “FURNA DA ONÇA”

Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) expediu 22 mandados de prisão e agentes da Polícia Federal estão nas ruas da capital fluminense, desde as primeiras horas desta quinta-feira (8), para cumpri-los.

Dez deputados da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) são alvo da operação “Furna da Onça”: Andre Correa (DEM), Coronel Jairo (Solidariedade), Luiz Martins (PDT), Chiquinho da Mangueira (PSC), Marcelo Simão (PP), Marcos Abrahão (Avante), Marcos Vinícius Vasconcelos Ferreira, o “Neskau”, Jorge Picciani, Edson Albertassi e Paulo Mello.

Os três últimos já estão presos, em decorrência da Operação Cadeia Velha, realizada há cerca de um ano. Picciani cumpre prisão domiciliar.

Desta vez, a ação mira, de acordo com informações de O Globo, esquema de compra de votos com dinheiro de propina e distribuição de cargos iniciado no primeiro governo de Sérgio Cabral, em 2007, e mantido até hoje.

Além dos parlamentares, o atual presidente do Detran, Leonardo Silva Jacob, e o secretário estadual do Governo Pezão, Affonso Monnerat, também estão na lista. O grupo é acusado de corrupção ativa e passiva, e de formação de organização criminosa.

Rhass

Compartilhe esta notícia:
Henrique Barbosa