23 fev 2016

Arlindo Siqueira perde partido em Olinda e enfraquece Tonca.

untitledoh
Vereador Arlindo Siqueira

A campanha do escritor, editor, empresário e advogado Antônio Campos à prefeitura de Olinda sofreu sua a primeira baixa. O deputado federal e recém-filiado ao PT do B, Silvio Costa avisou que o partido não irá compor a chapa do PSB na eleição para prefeito neste ano. Vice-líder na Câmara Federal da presidente Dilma Rousseff, Silvio disse ” que não há a mínima condição do PT do B coligar-se com o PSB”. Disse ainda que tem tempo para ajustar ” as coisas ” e que a sua preocupação atual é com os temas nacionais

Com  isso a candidatura de Tonca, como é conhecido sofre uma baixa, pois o filho do vereador e principal coordenador da campanha socialista,  Arlindo Siqueira, perderá o domínio do partido uma vez que o seu filho, André Siqueira, não dará mais as cartas do PT o B em Olinda. Filiado ao PSL, Arlindo Siqueira sonhava em ser vice de Antônio Campos, mas com essa baixa fica enfraquecido, pois o socialista só contará com o PSL, PMN e Prona, além do PSB. André Siqueira, hoje, presidente da legenda em Olinda não poderá cumprir a sua promessa com o socialista, já que quem manda agora no partido é Silvio Costa.

o PT do B deverá marchar com o PT ou o PTB, partidos aliados no âmbito federal e estadual. O PTB ainda não manifestou interesse em lançar candidatura própria em Olinda. Já o PT tem a deputada estadual Teresa Leitão como candidata natural.

A disputa pela Prefeitura de Olinda será bastante concorrida. O PMDB pretende lançar o deputado estadual Ricardo Costa; o PC do B , a ex-prefeita Luciana Santos; o PSDB

com Isabel Urquiza e o PPL , o jornalista Múcio Aguiar.

Compartilhe esta notícia:
Henrique Barbosa