10 nov 2014

“Pedra de sal”, o novo trabalho da cantora Alessandra Leão.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Por Felipe Duran

Fruto de um novo ciclo criativo no trabalho da cantora, compositora e percussionista pernambucana Alessandra Leão, o EP Pedra de Sal, lançado no último dia 05, busca ser uma reinvenção da relação entre as sonoridades de matriz africana e a tradição musical do Nordeste brasileiro. Trata-se do início de uma tentativa dela em tornar sua musicalidade mais visceral, pessoal e intensa.

O EP Pedra de Sal é apenas o primeiro capítulo desta nova empreitada da artista, que pretende ‘fechar’ o ciclo com mais dois lançamentos no mesmo formato, já intitulados como Aço e Língua. “Quando acho que encontrei a mim mesma, preciso sempre retornar pra chegar um pouco mais perto. É um caminho individual, mas não solitário: é a casa cheia de amigos, amor e risadas”, afirma Alessandra.

Com cinco faixas, a obra tem direção musical de Caçapa e participações de Kiko Dinucci, Guilherme Kastrup, Juçara Marçal, Rafa Barreto, Missionário José, Mestre Nico, Sandra Ximenez e Lurdes da Luz.

“Muitas mãos pra me sustentar quando minha alma treme. Em meio a tudo isso, a música segue até o final do ritual, até termos saudado todas as forças da nossa própria natureza”, explica a compositora.

Ao final da audição do disco, fica uma sensação de intensa proximidade com os sentimentos mais íntimos da artista. Um trabalho sutil para os ouvidos mais detalhistas.

Ouça o EP Pedra de Sal gratuitamente no site oficial da cantora:

www.alessandraleao.com.br/

Compartilhe esta notícia:
Aurino Rosendo